O Hummus

Muitos procuram uma alternativa aos molhos comerciais ou algo para variar nos snacks e perguntam qual a melhor solução….E que tal considerar o Hummus feito a partir de pasta de grão de bico?

Neste post vamos abordar os diferentes benefícios que este alimento tem e como pode ser consumido.


O hummus é uma pasta o feita com grão de bico , azeite e tahini ou pasta de sésamo . É bastante popular em países do Médio Oriente como a Turquia, a Síria e Israel. Este alimento encontra-se entre as últimas tendências e ganhou popularidade nos países ocidentais e no resto do mundo!

Além do seu sabor atraente, é um alimento que tem um excelente fator na saúde, que vamos explicar de seguida!

Em termos nutricionais:

  • Quando preparado tradicionalmente, é rico em minerais essenciais, como o potássio , fósforo , magnésio , cálcio , ferro e zinco, para além de fornecer vitaminas tais como a vitamina A , vitamina B1 , vitamina B2 , vitamina B3 , vitamina B6 e folato;
  • Para além da riqueza em minerais e vitaminas, o hummus é uma boa fonte de proteína e de fibra. Apesar ser uma boa fonte proteica, é uma fonte incompleta porque não contém todos os aminoácidos essenciais. Mas, com uma alimentação variada e completa durante o dia, consegues atingir as necessidades de todos os aminoácidos! A fibra do hummus evita a saciedade precoce e uma contribui para manter o intestino saudável;
  • Mais um fator a favor deste alimento: o hummus oferece ácidos gordos essenciais! Tanto o tahini e o azeite fornecem gordura , sendo que os tipos de gordura monoinsaturada e polinsaturada quando incluídos na dieta podem ajudar a reduzir níveis de colesterol no sangue.

Alguns dos benefícios do hummus:

Imagem1j

Pode ser utilizado para barrar o pão ou no wraps ou servir como “dip” para os vegetais crús, tornando-os ainda mais saudáveis e saborosos. É uma forma saudável e apetitosa para treinar crianças a comer os legumes crús 🙂 Recomendamos como porção diária cerca de duas colheres de sopa.

Em vez dos molhos preparados para colocar em saladas, o hummus também pode ser uma simples alternativa ou mesmo como acompanhamento em pratos elaborados.

O hummus caseiro é muito melhor face aos que encontramos nos supermercados, mas se não for possível não te esqueças de ler o rótulo do hummus preparado comercialmente, pois há variações no teor de sódio e gordura e calorias, entre as marcas.

Anúncios

Pão de Laranja e Linhaça

Yummy!! É a palavra que vais utilizar para descrever este pão quando o provares. Relacionado com o superalimento publicado, as sementes de linhaça, deixamos uma receita que podemos dizer, D E L I C I O S A!! Fizemos um pão super simples e saboroso de Laranja e Linhaça, sem glúten, sem lactose. Esta receita foi retirada de um blog que seguimos e que gostamos muito, Face to Fit, tendo sido feita apenas uma pequena adaptação (: É um pão que se come sozinho, recheado com pasta de abacate, com manteiga de amendoim… Só temos de ser criativos. Então aqui vai:

  • 150g de farinha de arroz
  • 50g de amido de milho
  • 50g de farinha de linhaça (ou sementes de linhaça trituradas no momento)
  • 1 colher de chá de goma xantana
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • Raspas de uma laranja
  • Sumo de 3 laranjas
  • 2 ovos
  • 5 claras batidas em castelo
  • Sal qb
  • Azeite qb

1

Começa por pré-aquecer o forno a 180ºC. Unta uma forma de bolo inglês com azeite.

Bate as claras em castelo e reserva.

Num recipiente junta todos os outros ingredientes, e bate tudo até formar uma mistura homogénea. Quando preparada, incorpora as claras em castelo na mesma.

Enche a forma com o preparado coloca algumas sementes de linhaça por cima. Leva ao forno por 40 minutos.

Esperamos que, assim como nós, repitas a receita!!

3

Sementes de Linhaça, sim?

Bom dia! Hoje decidimos arrancar com o nosso primeiro post, e esperamos que corresponda aquilo que procuram. Hoje decidimos falar das sementes de linhaça, um super alimento.

As sementes de linhaça, são um alimento tão pequeno mas com enormes benefícios. Só há pouco tempo é que damos valor a estas e outras sementes, mas as sementes de linhaça já são conhecidas no mundo há milhares de anos. Estas podem ajudar em inúmeras situações, como na redução do colesterol, na estabilização dos níveis de açúcar no sangue, na minimização da perda de massa óssea, na redução da perda de peso, no aumento do sistema imunitário, no combate do cancro, entre outras.

linhaça (1)

A nível de composição nutricional, as sementes de linhaça são ricas em:

  • Vitaminas e minerais: ricas na maioria das vitaminas do complexo B, magnésio, manganésio, fósforo e selénio;
  • Fibra: tanto solúvel como insolúvel;
  • Fitoquímicos: isoflavonas, que estruturalmente são idênticas ao estrogénio (hormona em maior quantidade nas mulheres), ligando-se a este, evitando a formação de tumores.
  • Ómega-3: anti-inflamatório, principalmente pelo seu grande teor em ALA (ácido alfa-linolénico)

As sementes de linhaça tem inumeros benefícios. Estas:

  • Baixam os níveis de colesterol e de açúcar no sangue. A fibra da semente de linhaça, principalmente a solúvel tem mostrado reduzir os níveis de colesterol, prevenindo a formação de placas nas artérias, prevenindo a ocorrência de hipertensão arterial e algumas doenças cardiovasculares como acidentes vasculares cerebrais (AVC). Ao mesmo tempo, a fibra reduz os níveis de açúcar no sangue, sendo um beneficio principalmente para quem sofre de diabetes;
  • Reduzem a perda de massa óssea. Devido à grande concentração de ácidos gordos, a linhaça mostrou-se benéfica na manutenção da massa óssea;
  • Ajudam no controlo do peso. A linhaça quando hidratada, expande, fazendo com que nos sintamos saciados por mais tempo;
  • Ajudam na regulação do trânsito intestinal. Pelo seu elevado teor em fibra, a linhaça pode ajudar em episódios de obstipação;
  • Aumentam a imunidade. O ALA ajuda na diminuição da inflamação, permitindo um melhor funcionamento do sistema imunitário. Estudos demonstram que as sementes de linhaça podem ser eficazes na diminuição das dores em doenças auto-imunes e inflamatórias, como a artrite reumatóide, psoríase ou lúpus;
  • Ajudam no combate ao cancro. Devido ao seu teor em isoflavonas, estas atuam como percursores do estrogénio (hormona), ligando-se a esta, evitando a proliferação de tumores;
  • São ricas em fibra e pobre em hidratos de carbono. As sementes de linhaça contêm altos níveis de mucilagem, um composto que forma um gel quando hidratada com água, sendo benéfica na regulação do trato intestinal, permitindo uma melhor absorção dos nutrientes;
  • Benéficas para a pele e cabelo. As sementes, contendo uma alto nível de acido gordo ALA, ajuda na redução da secura da pele e do cabelo;
  • São isentas de glúten.

As sementes de linhaça têm várias utilizações. Estas podem ser:

  • Adicionadas em iogurtes, papas, sumos, batidos, saladas, sopas;
  • Incorporadas em granola, bolos, pães, bolachas;
  • Misturadas com água até formar um gel, e usar como substituto do ovo.

INFORMAÇÃO NUTRICIONAL

100g

1 colher de sopa (15g)

Valor Energético 596 Kcal 89,4 Kcal
2474 kJ 371,1 Kj
Proteínas 20,0g 3g
Hidratos de Carbono 34,0g 5,1g
Lípidos 36,0g 5,4g
Fibra 28,0g 4,2g
Sódio 0,03g 0,004g
Equivalente em sal 0,08g 0,01g

A quantidade recomendada deste superalimento deve ser, para adultos saudáveis, uma colher de sopa por dia e não mais que ¼ de colher de chá por dia em crianças.

Tenham presente este superalimento na vossa rotina diária, pois só vos trará benefícios, aumentando o perfil nutricional da vossa dieta.